image

Hioki lança Testador de Díodos de Bypass

O FT4310, que foi desenvolvido para testar díodos de bypass em blocos de células fotovoltaicas cristalinas, pode ser usado para detetar avarias de circuito-aberto ou curto-circuito de díodos de bypass de blocos tanto de dia como de noite.
O instrumento é o primeiro dispositivo portátil capaz de detetar avarias tipo circuito aberto de díodos de bypass em painéis em operação (sem necessitar que os painéis sejam protegidos do sol).

Base de desenvolvimento

Os díodos de bypass usados nos sistemas fotovoltaicos são componentes importantes que têm dois papéis, um económico ao evitar uma diminuição da potência gerada e outro de segurança, limitando o aquecimento das células incapazes de gerar eletricidade, evitando assim, no pior caso, um incêndio. Mas até agora, os técnicos de Manutenção não têm conseguido inspecionar estes componentes devido à inexistência de um método simples de testar falhas em aberto. A Hioki desenvolveu e lançou o FT4310 para facilitar uma deteção rápida e simples destas falhas num esforço de aumentar a segurança de sistemas fotovoltaicos instalados

Principais Aplicações

· Manutenção e gestão de sistemas fotovoltaicos

· Instalação de sistemas fotovoltaicos

Principais características

1. Deteção de falhas por circuitos aberto de díodos de bypass em blocos tanto de noite como de dia, sem necessitar de proteger os painéis da luz solar

Ao desligar o bloco a medir da grelha, pode usar o FT4310 para detetar blocos com díodos de bypass com uma falha em aberto e pode faze-lo na caixa de junção, sem necessitar de tapar os painéis da luz do sol. Desta forma pode identificar rapidamente painéis defeituosos.

2. Medir a resistência do circuito de bypass, incluindo a resistência da cablagem do bloco

Uma vez que o FT4310 pode medir a resistência do circuito de bypass, incluindo a resistência da cablagem do bloco, o cliente pode detetar/inspecionar a degradação de díodos (pelo aumento da resistência) bem como aumentos da resistência de contacto dos conectores entre módulos.

3. Detetar perdas de cluster e curto-circuito de díodos de bypass graças a um voltímetro de elevada precisão DC

Quando um díodo de bypass sofre uma avaria por curto-circuito, a tensão do bloco aumenta (acerca de 10V) uma vez que as correspondentes células fotovoltaicas deixam de contribuir para a geração de eletricidade. Como incorpora um voltímetro DC de alta precisão, o FT4310 pode detetar esta diferença de 10V, permitindo a deteção de perdas por cluster e avarias por curto-circuito de díodos de bypass.

*Díodo de bypass: um componente que direciona a corrente gerada pelas células fotoelétricas à volta de células fotovoltaicas que não têm capacidade de gerar eletricidade.

*Bloco: um grupo de módulos fotovoltaicos que foi ligado entre si em série para gerar energia de forma coletiva.

*Cluster: Um grupo de células que foram ligadas em série; a unidade mais pequena de operação de um sistema fotovoltaico. Os díodos de bypass de um cluster estão ligados em paralelo. Também conhecido por cluster fotovoltaico ou cluster FV.

Clique aqui para mais informações.